30 Fazer a ligação Builders Discutir Análise Backlink Para Design Campanha - Parte 1

A+ A-

Pedimos 30 link de especialistas de construção 9 perguntas sobre análise backlink ... e tem 20.000 palavras de resposta. Este artigo é parte 1 de uma série de entrevistas grupo 3 parte na análise backlink. Parte 1 abrange a análise como backlink - do seu site e sites de seus concorrentes, como ele se aplica ao Link Building Design Campanha.

Você encontrará a resposta de cada perito agrupados por pergunta. Você vai ter que montar a “grande figura” takeaways-se pela leitura através de todas as respostas. Eu li através deste, pelo menos três vezes agora, e cada vez que eu sair com novas ideias. Não é a repetição, mas há bastante diferença que eu acredito que mesmo o construtor da ligação mais experientes terão um ou dois momentos de excitação induzida pela descoberta.

Obrigado, obrigado, obrigado aos colaboradores. Eu não posso esperar para colocar o que você me ensinou a trabalhar! E nós vamos vê-lo novamente na parte 2, que olha para os aspectos técnicos do que exatamente se analisado, e na parte 3, vamos reunir todas as pontas soltas.

Aqui estão as 3 perguntas que cobrem a análise backlink em design de campanha:

  1. Quando e por que você realizar a análise backlink?
  2. Como a análise backlink informar ou afetar suas campanhas de construção da ligação?
  3. Quais são os elementos de um perfil backlink são mais úteis / dizendo em análise competitiva?

Quando e por que você realizar a análise backlink?

Para aquecer os meus especialistas, e fornecer um quadro para a discussão geral, eu perguntei sobre quando e por que eles executam análise backlink. Em geral, a análise backlink é um primeiro passo e mais importante na concepção de uma campanha de construção da ligação.

Julie Joyce, of Link Peixe mídia

I realizar uma análise backlink quando eu começar uma nova campanha de construção da ligação e periodicamente ao longo dele, especialmente quando algo não está certo e eu preciso investigar para ver o que está acontecendo nos bastidores. Em nossa agência, a análise backlink é quase sempre feito por mim e outros altos funcionários que têm anos de experiência SEO, por isso vamos tipicamente formular um plano com os clientes, em seguida, passar em nosso plano para a equipe de construção da ligação. A razão pela qual fazemos isso é para obter um bom esboço do perfil link do site. Existem ligações picos ao longo dos últimos meses ou anos? Se sim, porquê? Análise nos ajuda a identificar questões que pensamos que poderia potencialmente tornar-se problemática, e para descobrir por que eles ocorreram eo que fazer para o futuro. Sem verificar o passado, é difícil saber como avançar corretamente.

Eric Ward, Search Engine Land ligação colunista

Eu faço análise backlink para qualquer número de razões, mas há duas principais motivações. Primeiro, eu faço-los para o trabalho de cliente específico. Em segundo lugar, e muito mais frequentemente do que a primeira razão, eu fazê-las como parte de meus próprios esforços para compreender os tipos de coisas que afetam a ligação buscando o sucesso, classificação, publicidade e tendências através de uma ampla variedade de mercados verticais.

Debra Mastaler, da Alliance link

Ao fazer costume, divulgação concorrente e programas de geração de conteúdo.

Roger Montti, aka MartiniBuster

O motivo é simples: o valor de um site é tão bom quanto seus backlinks. O conteúdo é ótimo, mas em termos de conteúdo do edifício da ligação tem um papel secondorary para determinar o valor. Os backlinks, idealmente, são um reflexo da qualidade do conteúdo.

Webmasters confiar demasiado na barra de ferramentas do Google e em ferramentas de análise de links de terceiros para métricas. Fato é, nada é melhor do que eyeballing os backlinks si mesmo para determinar o valor de um site. Há muitas práticas pobres que são comumente aceitas como sendo útil. Eyeballing os backlinks, tomando um momento para ver por que os sites estão ligando para ela e como eles estão ligando para ela irá ajudar a determinar se um site vai ajudar seus esforços de construção da ligação.

Algumas dessas más práticas surgem a partir de observações mal interpretadas que são posteriormente percebidas como lacunas a serem exploradas. Por exemplo, uma dessas práticas pobres começou a partir da observação de que nofollowed ligações apareceu em relatórios backlink do Google, incluindo Webmaster Tools. Essa é a observação. O erro é ser ignorante do fato de que o Google só mostra uma amostragem de backlinks e que esta amostragem tem backlinks nunca diferenciadas que ajudaram um site rank e backlinks que não ajudar um site rank. A observação de links nofollow em WMT levou à conclusão errônea de que nofollowed ligações têm valor e levou a um ressurgimento do blog de spam de comentários. Eyeballing os porquês e comos de um backlink vai ajudar na determinação de se os milhares de backlinks um local tem são úteis ou não.

Onde a maioria das análises backlink vacilar no entanto, está se concentrando em quantidade, descartando os candidatos backlink outra forma de qualidade, particularmente aqueles com baixa PageRank. Este é um caso de webmasters que confiam na barra de ferramentas sem perceber que estão confiando na barra de ferramentas. Google é conhecido para classificar as páginas da web entre os cinco primeiros, independentemente da falta de backlinks. Isto é o que alguns poderiam chamar a mãe e pop impulso, elevando um site de qualidade que não tem ligações de entrada. Mas você tem que pensar sobre o porquê? É o conteúdo? Isso certamente tem um papel. É claro que simplesmente contando os backlinks de um site e fazer o que tem o maior ligar o vencedor não funciona. Os motores de busca são mais sofisticados do que não é raro ver páginas de baixa pagerank do ranking no topo. Então, alguma coisa está acontecendo aqui que precisa de investigação.

Os motores de busca estão analisando gráficos de links para determinar a relevância de um site para uma consulta particular, e parte dessa análise é para deitar fora conjuntos de sites que levantam certas bandeiras. Este processo é geralmente referido como ganhar confiança, mas eu tenho vindo para vê-lo mais como parte do processo de identificação que balde nicho de um site pertence, com o balde de spam sendo um dos vários. Imagine que estes baldes como nuvens de sites que são relevantes para temas específicos. Agora aqui é a questão que os webmasters não está considerando. É possível classificar um site de acordo com a nuvem relevância que um site pertence? Se é possível extrair significado das nuvens de “significa” um site pertence, então é possível que um site relevante com baixo a zero PR recupera importância como parte de um projeto de construção da ligação. Isso é algo que me refiro como determinar o link clique.

Um papel importante da análise backlink está abate os maus candidatos ligação, a fim de acelerar o processo de encontrar as melhores, para reduzir o tempo desperdiçado. Por exemplo, você pode fazer seus critérios rigorosos, a fim de contornar os locais que têm a possibilidade de utilizar táticas de SEO questionáveis. Uma regra, uma regra estrita, é remover da consideração qualquer site que tem uma enorme quantidade de links de comentários sem-se seguiram. Existem outras regras mais específicas que eu uso, mas eu não quero destacar grupos específicos.

Jeremy Bencken, do Simple Web

Há três razões que realizam análise backlink (em outros do que a minha locais):

1. aquisição site. É backlinks uma aquisições do candidato paga - são susceptíveis de desaparecer, ou susceptível de ser descontado pelo Google? Eles são difíceis de replicar? Para sites com tráfego principalmente-orgânica, backlinks são a sua principal vantagem competitiva.

2. Fazer a ligação prospecção. Os meus concorrentes têm ligações meu site deve ter. Infelizmente, se você contar com isso sozinho, você está por concorrentes definição de fuga. Uma estratégia melhor é perguntar: “o que o público está organicamente ligando para meus concorrentes e como posso usar essas idéias para gerar minhas próprias campanhas focado construção da ligação?” Que outros mercados adjacentes também pode estar interessado em história do meu site? A chave é encontrar inspiração, idéias e melhorar em cima tendências inbound ligando você descobre dos concorrentes.

3. Fazer a ligação policiamento. São os meus concorrentes que participam em esquemas de links obscuros? Eu sei que isso é controverso, mas eu sou da opinião que ligam as compras que podem ser descobertos é apenas pobres SEO, e denunciá-los para o Google (na esperança de que será penalizado) é um serviço para a indústria de SEO.

Michael Gray, Search Engine Land colunista & Wolf-Howl.com

Uma análise backlink é um dos aspectos-chave do perfil SEO de qualquer site. Você deve sempre tratar de qualquer sobre questões site em primeiro lugar, como canônica, a arquitetura do site, modelos de página, mas backlinks são o primeiro passo quando você começar a olhar para SEO offsite. Ele pode ser seu site, um site clientes, ou um site concorrentes, backlinks são realmente crítica.

Shaun Anderson

Vou realizar alguma pesquisa backlink simples no início de qualquer projeto para identificar todos os hubs ligação óbvia na vertical, e / ou quaisquer fontes de qualidade link óbvias, ou só para examinar os tipos de oportunidades de link disponível neste sector. Assim que eu receber a equipe de macacos que voam fora de pesquisa palavra-chave e em implantação (via submissões do artigo e soltando as ligações semi-qualidade em fontes Sei mudam de posições) eu vou rever a minha análise linkbuilding e alvo ainda mais a próxima onda de ligações para tentar adquirir / imitar. Então, na verdade, eu estou constantemente analysising ligações mês a mês, mas eu nunca confiar apenas nos links outros já tem.

Eric Enge, Stone Temple Consulting

Há duas razões para a realização de análises backlink de seus concorrentes e grandes jogadores em seu espaço de mercado:

1. Identificar as ligações mais importantes que esses sites têm, assim você pode solicitar ligações a partir deles.

2. Para saber quais são as suas estratégias de construção da ligação que eles têm vindo a utilizar.

É o último ponto que é realmente o ponto mais importante dos dois. Uma vez que você compreender as estratégias do seu concorrente, e / ou onde eles estão obtendo links de qualidade, torna-se muito mais fácil de decidir sobre o que sua estratégia será.

Nós gostamos de fazer backlinking de concorrentes muito cedo na nossos compromissos. O edifício da ligação, e mais amplamente “promover o seu web site” continua a ser a coisa mais importante que você pode fazer em um esforço SEO. No entanto, há tantas opções diferentes para campanhas de link que qualquer editor pode prosseguir, mas o retorno sobre cada campanha também pode variar significativamente. Por essa razão, é fundamental que você colocar o pensamento cuidadoso para decidir sua estratégia. Vendo o que tem ajudado principais concorrentes prosperar é inestimável.

Wiep Knol

Eu sempre fazer uma verificação de backlink rápido antes de eu assumir um novo cliente. Apenas para verificar que tipo de construção da ligação que estão fazendo, ou que tenham sido no passado. Se o cliente tem grandes expectativas, mas também tem um perfil de ligação muito poluída, eu poderia optar por não assumir esse cliente. Uma combinação como essa só pode vir da maneira errada. Quando eu iniciar uma campanha, eu cavar um pouco mais fundo e dar uma olhada na competição também. Isso pode me dar uma visão geral da indústria e os concorrentes em geral, mas também poderia me dar inspiração para o que sites para segmentar ou que tipo de conteúdo a ser criado.

Brian Gilley de SEO social

Utilizamos principalmente relatórios de análise backlink para dissecar os perfis de backlink de concorrentes de nossos clientes. Executando um backlink análise minuciosa de entre 4 e 7 concorrentes e depois engrenar esses detalhes semelhantes ou únicas backlink em conjunto nos dá um forte roteiro para ajudar os nossos esforços de construção da ligação iniciais para o cliente. Não basta olhar para o domínio e autoridade página ou recebendo ligações de dados backlink agregados nós coletamos. Em vez disso, usamos os dados para realmente educar o cliente sobre os tipos de backlinks que deve estar centrada em dentro de nossa campanha de construção da ligação - mesmo que seja específico da indústria, a mídia local, social, criação de isca link, ou mais tipos de ligação que pode identificar que está pagando bem para os concorrentes.

Jennifer Van Iderstyne de Pesquisa Slingshot

Eu sempre realizar uma análise de ligação de volta no início de uma campanha de SEO. Eu sinto que é importante para compreender a história de um site. Mais ou menos como cortar uma árvore e examinando os anéis, você pode descobrir informações vitais sobre o passado de um site e usar essa informação para planejar o futuro. Eu também gostaria de realizar uma análise de ligação de volta periodicamente ao longo de uma campanha, só de olhar para surpresas boas ou más, e para avaliar o sucesso de qualquer esforço de construção da ligação particular.

Então, naturalmente, há boas razões para realizar uma análise quando um problema súbito surge, como uma perda de rankings. Eu sempre verificar os links para ver se a resposta está lá. Você pode descobrir o local tem de alguma forma ficou amarrado em um bairro ruim. Talvez o site se perdeu, condução em torno centro de Compton em um Lexus à meia-noite ... Se for esse o caso, você quer saber sobre isso, e uma análise link vai dizer se esse for o caso.

E às vezes, quando você bater em uma parede brainstorming de novas ideias, uma análise link pode fornecer inspiração.

Paul Teitelman de Pessoas Search Engine

backlink análise é absolutamente crucial para obter uma visão sólida para o que os esforços anterior ter sido feito para um cliente ou para um cliente potencial. Antes de iniciar qualquer campanha de SEO para um cliente (ou mesmo quando lançando clientes) I fazer uma análise backlink completa, exaustiva para ver tanto a quantidade de links, e os diferentes tipos de ligações (artigos, diretórios, blogs, sites de mídia social), que já foram construídos. Ainda mais importante é analisar minuciosamente os textos âncora usados, a fim de dar-lhe uma visão completa em seu atual “perfil link”. Isso ajuda a determinar que tipo de estratégia de construção da ligação que eu preciso para executar tanto em termos de velocidade de link e variação link.

Melanie Nathan, SEO canadense

Eu faço análise backlink principalmente quando começar a trabalhar para um novo cliente para que eu possa ter uma idéia quanto ao seu perfil (número de ligações, ligações mais fortes, texto âncora etc). Eu também mina os backlinks dos concorrentes ao olhar para as perspectivas adequadas. Mesmo se eu encontrar um erro 404 no site de um concorrente, eu vou fazer uma verificação de backlink rápida nessa página particular, para ver se as ligações têm valor e se existem oportunidades para colher-los.

Brian Chappell, da Adaptar de Marketing

análise backlink ocorre normalmente quando revisão novos nichos para mim ultimamente. Ou analisar um site clientes de respostas potenciais em falicies do ranking, boas ou más. Links para me contar uma história, por isso é muito importante entender a idade, localização e texto âncora de uma série de sites links.

Wil Reynolds, de SEER Interactive

Agora eu fazê-lo no início de uma campanha, às vezes você começar a batida no texto âncora, por vezes, a sua autoridade, às vezes é apenas número bruto de links. Mas você não vai saber o que você está acima de encontro a menos que você faça uma análise backlink competitiva na frente.

Tom Demers, de WordStream

Quando eu consulto, eu faço um monte de auditorias local, e uma peça importante delas é a análise backlink (para clientes e concorrentes.) Eu também realizar uma análise semelhante ao assumir em um novo projeto, mesmo que não tenha encomendado um site auditoria. Este é basicamente um olhar mergulho profundo na tipos, quantidade e qualidade dos links no perfil do cliente, e uma análise de alto nível ligeiramente de alguns de seus concorrentes. Em uma base contínua, vou periodicamente auditar perfil backlink de um cliente, e eu frequentemente vou olhar para perfis de backlink de concorrentes ou locais interessantes para extrair deles as ligações I pode receber ou gerar uma ideia de construção da ligação da.

Ken Lyons, também da WordStream

Há quatro razões distintas que realizam análise backlink.

1. avaliação SERP: quando o direcionamento verticais para novos clientes, eu avaliar os perfis de ligação dos cães de grande porte que dominam a primeira página SERPs. Eu quero saber por que eles são top ten. Normalmente, eu posso pegar um monte de inteligência peneirar o seu perfil ligações, tanto de domínio e nível de página. Estou à procura de fraqueza e oportunidade, algo que eu possa explorar ou duplicar.

2. Avaliação Concorrente: quando vejo ninguém superando meus sites estabelecidos para palavras-chave alvo, eu quero saber por que eles estão à frente do meu site nas SERPs. Normalmente, que se resume a alguma ligação vantagem: mais links, melhores ligações, relevância superior de links.

3. Interno auditorias link: Eu sinto que é crítica para analisar o perfil ligação do meu próprio site para determinar por que certas páginas desempenho melhor do que outros. É com base no nível de concorrência no SERPs, ou é o resultado de alguns elos meu próprio perfil que estão passando equidade e relevância para estes artistas de topo. Se ele é o último, quero tentar replicar esses links de qualidade para o maior número de outras páginas “dinheiro” no meu site.

4. descoberta Link: a maioria dos SEOs usar as ferramentas-chave para a descoberta de palavras-chave. Eles também devem ser analisar perfis de ligação para descobrir novas oportunidades de link. Eu tropecei em alguns link parceiros principais peneirar backlinks de um concorrente. Na verdade, quando eu ver com spam, sites de baixo valor superando mina nas SERPs, eu fico tonta porque eu sei que se eu vasculhar seus perfis de ligação de lixo, eu vou encontrar ouro. É evidente que há alguma ligação suculento empurrando-os na minha frente. Eu só preciso arregaçar as mangas e encontrá-lo.

Tenho de acrescentar que uma análise backlink é apenas uma parte de uma campanha de construção da ligação. Em alguns casos, é uma parte muito pequena, em outros casos, pode ser um pouco mais, mas apenas olhando para seus concorrentes ou a sua própria história nunca vai obter resultados ideais.

Gab Goldenberg, colunista Search Engine Land & ROI SEO

I realizar uma análise backlink quando eu preciso para ter uma idéia de como desafiadora e demorada vai ser para classificar um cliente em potencial. Isso também me dá uma idéia de como se eu deveria levá-los em ou se suas necessidades são além do que eu posso fornecer. Eu também vou fazer uma análise backlink se eu estou considerando alguns nichos diferentes da filial e eu quero ver o que é mais fácil de classificar na, relativamente falando.

Christoph Cemper

Sempre fazer a análise concorrencial, indo atrás de concorrentes links, comprar um domínio existente, por curiosidade para uma boa classificação

David Harry

Três razões principais são:

1. Análise Competitiva: sempre que estamos entrando em um novo espaço de consulta que usá-lo para calibrar o quão duro o espaço pode ser por olhar para alguns dos dados de ligação concorrente.

2. Análise Cliente: obviamente, quando temos um novo cliente, que estaria olhando para o perfil para ter uma idéia de onde eles estão no momento.

3. Os programas de conteúdo: obviamente, quando estamos olhando para a colocação de conteúdo e outras alianças estratégicas Nós vamos olhar para perfis de ligação para as perspectivas.

Arnie Kuenn, de medidas verticais

Realizamos análise backlink sempre que são ou realizando uma revisão SEO ou tentar obter links de páginas com links para concorrentes dos nossos clientes. É uma maneira muito eficiente e eficaz para encontrar páginas relevantes e é um método relativamente fácil de descobrir ligações de alta qualidade. Isto funciona especialmente bem se você pode descobrir um caminho que a competição tem tomado com relação à atração de links.

Dixon Jones, de Receptional

Sempre que um cliente se aproxima de nós especificamente para isso, mas também, trabalhamos nisso com clientes retidos depois de ter resolvido sua arquitetura local. Nenhum ponto no desenvolvimento de ligações menos e até que o cliente entende que a mudança de estruturas de URL tem consequências! Normalmente, realizamos uma análise antes de iniciar qualquer campanha, como as nossas vitórias mais rápidas são normalmente encontrados durante este exercício. Nós até mesmo, nos dias de hoje, realizar uma breve análise gratuita para o cliente para o nosso próprio benefício, em resposta a sua consulta inicial.

Ann Smarty

pesquisa Backlink tem sido uma ótima maneira de fazer o seguinte:

  • Veja os pontos fortes dos concorrentes.
  • Saiba amigos e promotores dos concorrentes. Bem como suas táticas para se promover.
  • Saiba últimos táticas de construção da ligação dos clientes (para diagnosticar a pena, por exemplo).

Bill Hartzer, de Vizion interativo

Temos um processo muito específico para a construção da ligação. Nós geralmente rever os links para o site quando ouvimos pela primeira vez de um nome de domínio (como durante o processo de venda inicial ou quando se fala de um potencial cliente) para que possamos ter uma boa idéia do que estaria envolvido na promoção que o nome de domínio / a local. Em seguida, realizar uma análise backlink inicial, detalhada do domínio de destino, mas também de muitos concorrentes palavra-chave on-line para que possamos compreender plenamente o mercado ea concorrência.

Ken McGaffin, de WordTracker

Eu vou fazer uma análise informal e formal backlink. Informal será apenas um olhar rápido para verificar a qualidade de um site.

Eu vou fazer a análise formal quando eu começar em um novo projeto. Vou olhar em profundidade em cada um dos principais jogadores. Quero avaliar quais são suas estratégias de vinculação e quão bem eles estão implementá-las. Bem como que, eu vou estar à procura de blogs influentes e as pessoas por trás deles, sites de comunidades, notícias e informações locais e particularmente os jornalistas que estão escrevendo sobre o assunto eu estou promovendo.

David Lewallen, Cybernaut SEO

I realizar uma análise backlink no início de um novo compromisso com um cliente, a fim de começar uma sensação para o seu perfil backlink. Isso me permite medir a sofisticação de suas iniciativas de construção da ligação até à data, bem como para determinar o que está funcionando para eles ou já trabalhou no passado. Eu também gostaria de ver se o cliente está fazendo um negócio arriscado (compra de links, más vizinhanças etc ...) e para determinar o que precisa acontecer para mitigar esse risco.

Ryan Clark, LinkBuildr

análise backlink é um dos aspectos mais importantes de qualquer campanha de construção da ligação, além das próprias ligações. Você deve estar no topo de sua análise backlink antes, durante e até que você esquecer a determinada campanha. O primeiro lugar você precisa olhar para é, naturalmente, os 10 melhores websites ranking para a palavra-chave. Sem uma idéia do que o concorrente tem escondido por trás da máscara de seus esforços de SEO, você vai ser a construção de links no escuro ... não é algo que eu recomendo que você deve fazer. Eu sempre certifique-se de olhar para os sites de classificação para os 20 primeiros resultados. Eric Ward escreveu recentemente sobre o mesmo verificando passado 40 -50-60 etc (https://searchengineland.com/linking-food-for-thought-34113). Não há nenhum mal em ver o que você pode aproveitar para o seu próprio perfil, e você provavelmente iria poupar algum tempo no longo prazo.

Ben Wills

Na maioria das vezes, eu realizar a análise backlink por duas razões: 1) para identificar sites com múltiplas citações para os concorrentes por oportunidades de ligação e 2) como um método para identificar a competitividade de um espaço de palavra-chave. O mais competitivo dos perfis de backlink, o mais competitivo que o espaço palavra-chave será.

Aaron Wall, de SEOBook

Principalmente eu fazê-lo no início de entrar em novos mercados ... e, principalmente, ao tentar decidir um ponto de entrada para o mercado. Se você tentar competir de frente com recursos limitados que faz ganhar mais difícil, mas se você encontrar uma área onde a concorrência é fraca ou você tem uma forte vantagem competitiva que você se dá uma chance muito maior de sucesso. A maior parte da análise backlink que faço é apenas um olhar visão geral no mercado usando SEO para o Firefox.

Como a análise backlink informar ou afetar suas campanhas de construção da ligação?

Com esta pergunta, eu esperava ouvir mais sobre como construtores link mudou a partir dos perfis de backlink de clientes e concorrentes para realmente projetar uma campanha.

Roger Montti, aka MartiniBuster:

análise de ligação é a espinha dorsal de todas as minhas campanhas de link. Vamos falar sobre uma dupla análise backlink. Eyeballing que links para um site é o primeiro passo. O segundo passo é a revisão que eles ligam para, em seguida, fazer uma análise backlink daqueles sites que estão ligando para. No outro dia, eu encontrei um site PR 6 que estava ligando para o que parecia ser sites decentes mas uma análise backlink mostrou que esses sites tinha backlinks de sites que ligavam para sites chapéu preto auto-descrito. Nenhum desses sites classificar bem, também. Assim, a dupla análise backlink é uma boa para usar. A maioria das pessoas levaria o PR 6, mas para mim esse site é um perdedor. Uma forte razão para não confiar na barra de ferramentas para a tomada de decisões de construção da ligação. Link análise feita por seus olhos, sem o uso de uma ferramenta de terceiros, é o caminho a percorrer. É fundamental.

Jeremy Bencken:

É uma grande fonte de idéias para encontrar o público que estaria interessado em um site e vale a pena se aproximar com oportunidades de promoção. Por exemplo, se o meu cliente é um restaurante de pizza e eu percebo algum time de futebol americano Pop Warner está ligando para o seu concorrente, então você pode apostar que eu vou olhar para por que eles estão ligando. Uma vez que eu descobrir isso, eu estou indo para tentar melhorar a idéia e lançar cada equipe esportes dos miúdos posso encontrar o link para o meu cliente. Esta é a parte criativa diversão de construção da ligação: por que as pessoas link, em seguida, criar novas oportunidades que aproveitam a mesma dinâmica engenharia reversa.

Michael Gray:

Você quer olhar para quem está ligando para a competição, eles estão recebendo em sua maioria de baixa qualidade links de alto volume, ou eles estão sendo mencionados e ligada a partir de sites de autoridade. Se um site está recebendo ligações de recursos on-line bem conhecidas e confiáveis, você modificar a sua estratégia nesse sentido.

Ken McGaffin:

backlink análise é fundamental para uma campanha. Mas eu não estou olhando para perseguir até links para concorrentes, eu estou olhando para construir um sentido das importantes sítios influenciar ou informação no mercado Estou pesquisando. Uma vez eu tenho essa lista, eu passo a pensar sobre que tipo de conteúdo excepcional posso criar.

Jennifer Van Iderstyne:

A análise de ligação para trás cria uma linha de base para qualquer campanha de construção da ligação, levantando e ajudando a responder a estas perguntas:

  • Existem problemas que precisam ser corrigidos?
  • Houve más escolhas ligando?
  • O sucesso existente pode ser capitalizada?
  • Que estratégias têm sido utilizados no passado que poderia ser expandido ou replicado no futuro?
  • São as ligações para trás também uma nota?
  • Existe uma necessidade de diversificação?

Todas estas perguntas precisam ser respondidas a fim de projetar a campanha mais eficaz possível e pode ser respondida pelo menos em parte, através de uma análise link de volta. Além disso, as ligações traseiras existentes podem ajudar a criar idéias de como construir novos.

Dixon Jones:

A análise ajuda a quantificar e demonstrar a dimensão da tarefa em mãos. Em alguns casos, o site em questão é subdesenvolvido por um fator enorme em comparação com seus concorrentes. Isso geralmente reflete diferenças relativas de construção de marca online e offline no passado - mas se um jornal local espera competir com a BBC, é melhor que reformular seus objetivos a pensar em torno de termos locais, por exemplo.

Julie Joyce:

Nós não entrar no âmago da questão de dizer “bem este perfil backlink tem 455 menções da palavra-chave da moda e apenas 427 para a roupa, por isso vamos roupas ataque!” Nós a usamos para formular um esboço geral. Queremos saber o que o texto âncora mais comumente usado era para que possamos discutir os planos com o cliente. Queremos identificar oportunidades de fazer as coisas melhor, por isso, se vemos um link de entrada que aponta para uma página de menos-que-ideal, que pode querer entrar em contato com o webmaster e apontar uma melhor pouco de conteúdo. Basicamente, a análise que fazemos nos dá as informações que precisamos para colocar para fora o nosso plano para os próximos meses. Sem a análise, eu não vejo como nós teríamos uma boa idéia de onde para mover seguinte.

Bill Hartzer:

Uma análise backlink minuciosa nos diz onde estamos agora, quantos links que precisamos para começar, e onde a competição é agora. Então, dependendo de nossa análise, vamos colocar determinados recursos de construção quantidade ligação para o projeto, dependendo de como o mercado competitivo é. Nós também continuar a desempenhar o nosso processo de análise a construção da ligação em uma base regular para se certificar de que estamos mantendo-se com a concorrência.

David Lewallen:

Eu gosto de ver o que tipos de sites têm ligado para o cliente no passado e determinar quais estratégias específicas e técnicas têm trabalhado para eles. Isso me dá um ponto de partida, se um cliente não fez qualquer edifício link que eu começar com o básico, mas se eles têm um link edifício bem versado em seguida, vou empregar mais avançadas estratégias para impulsionar o seu perfil. Eu também gostaria de ver se seus parceiros de negócios estão ligando para eles e de que maneira. I verificar para ver se há ligações indo para 404 páginas, quebrados ou páginas faltando.

Shaun Anderson:

Isso me ajuda a ver os hábitos que ligam em que verticais e os tipos de ligações que tenham atingido sites de topo já ranking, e os tipos de ligações que pode encontrar disponível para mim. Por exemplo, Im atualmente olhando para uma vertical em que a posição de número 1 tem links que são todos os tipos de spam. Mas eles estão trabalhando .... então eu posso assumir que não há um monte de autoridade de domínio no jogo em que a vertical, e pode assumir se eu jogar uma carga balde de links de baixa qualidade no local durante um curto período de tempo (meses) eu posso esconder o link real qualidade ímpar lá que vai buscar-me, pelo menos no top poucos resultados.

Brian Gilley:

Ela afeta nossas campanhas de link fortemente desde olhamos para a compilação geral dos dados de ligação de várias fontes e, em seguida, determinar o nosso foco depois temos totalmente examinou os dados. Se ele se parece com uma parte do conteúdo tenha obtido a maioria de sua força de classificação de canais específicos da indústria, então sabemos que seguir a mesma direção provavelmente será mais caro. Se os dados backlink tem uma boa porcentagem de artigos / sites baseados contribuinte, ligações locais, e é fortemente focado em impulsionar conteúdo linkable a partir de fontes de mídia social, então podemos alavancar nossas campanhas e orçamentos em conformidade.

Paul Teitelman:

análise backlink tem enormes implicações sobre qualquer campanha de construção da ligação. Como eu mencionei, analisando a quantidade atual de backlinks você pode então definir a sua estratégia de campanha tanto em termos de velocidade de link e variação link. Por exemplo, se um cliente tinha muito poucos backlinks, você sabe que você precisa para levar o seu tempo e só usar as práticas absolutos mais seguros do edifício da ligação com lotes de variação texto âncora. Por outro lado, se o cliente tem uma enorme quantidade de backlinks com lotes de link e variação âncora já então é uma história completamente diferente. Neste caso, você sabe que você não precisa ser tão preocupado com a velocidade em que você construir ligações, mas precisa se concentrar em uma extremidade mais elevada estratégias de construção da ligação com textos âncora focado como o básico já foram na maior parte coberta.

Brian Chappell:

Ao nível da superfície, diz-lhe quem está ligando para você, e que, possivelmente, você deve ir para novas perspectivas. Mas se você realmente cavar fundo você pode ganhar inteligência exigido por termos competitivos que exigem uma compreensão da relação custo / benefício para realmente classificação mais elevada organicamente. Aaron Wall sempre pregado esta casa e eu sinto o seu direito no momento em que pensar sobre o tempo investido e análise link.

Tom Demers:

Tem impacto muito a qualidade e quantidade de links que vou direcionar para um cliente ou um projeto. Determinar a competitividade de um espaço de consulta é fundamental na tentativa de classificar uma palavra-chave (s) de forma eficiente. Veja este post na análise de consulta competitivo.

Wiep Knol:

Ele pode fornecer alguns insights históricos e competitivas básicas, mas também pode ser utilizado para a identificação de novos alvos potenciais da ligação.

Gab Goldenberg:

Ele me permite identificar padrões como os links mais valiosos em um determinado nicho, e talvez chegar a fontes de link eu nunca teria pensado. Por exemplo, eu descobri que para um hotel que eu trabalhei com, um conselho de revisão de escolta locais foi uma boa fonte de links! Por padrões, devo esclarecer que eu quero dizer que tipos de cubos que você vê em um nicho. Escort revisão fóruns não são um padrão no espaço do hotel, mas você pode encontrar coisas como Hamlet Batista fez na promoção RankSense. Eu fiz SEO por um pedaço de software de mercado de massa também, e assim posso confirmar que os arquivos PAD são um links de origem.

Ryan Clark:

Eu sou um firme crente de construção de links de qualidade sobre a quantidade, por isso estou sempre olhando para ver como você está fazendo em sua extremidade nesse departamento. Digamos que alguém escalão no top 5 para a palavra-chave alvo tem 500 links, 75 deles são de média a alta qualidade. I can tell from that just what kind of links I'll need to catch up to them and take over. If you're specing things out for a client then you'll also be able to have a sense of the cost for them. It's really hard to measure a cost with ranking success from a link building campaign. A competitor's backlink profile might reveal that they've paid to be in Business.com and the Yahoo Directory. Little tips like that can start to put a dollar value on your campaign costs which helps keep things in perspective. * keep notes/journal on how many links it took to rank for said keyword

Christoph Cemper:

By looking at what the competition has, or has not you get an idea of the playing field that you're in. thats especially important if you work in so many different industries and niches as we do for our clients

David Harry:

I'd say many times one of the more important aspects of link profile analysis is finding new opportunities. Many times, unless one specializes in a market, it isn't obvious which routes to take with link building. I find that the process of reverse engineering during the competitive analysis can help find approaches we may not have had in mind originally. This has a huge affect. Where are they strong? Where are they weak? How balanced is the profile? Much of this affects the actual campaign to be implemented.

Arnie Kuenn:

It gives us a lot of information if we do a deep analysis. We can certainly discover what is working to help other sites get ranked and as I mentioned in #1, sometime we discover a whole method of obtaining links, not just a list of domains and pages to target in our link building efforts. For example, did the competition have an angle to attract .edu links? Did they distribute any free products or tools to attract links?

Ann Smarty:

The best thing about the backlink research is that it inspires me: this way I can see which direction I can go, how creative I can get and which site types will work best.

Debra Mastaler:

Any information found is strategically used in our decision making process. We don't necessarily use the same link sources in our linking efforts but knowing where and how a competitor links helps us plan a smarter strategy.

Dennis Hettema and Elias Kai:

When I identify an interesting source through backlinks I try to get a picture of the keywords that this source is strong in and target their competitors. ie. If I find a camping site linking to my website for (biking shoes) I figure out the keywords that this camping site is trying to rank on. These keywords I cluster and I identify the top ranking players in the SERPs for that cluster. These are the guys I would initially target for link building.

Ben Wills:

Backlink analysis is used mostly as seed data for identifying potential link prospects. As mentioned above, it might also be used for competitive analysis or multiple citation analysis.

Aaron Wall:

Mainly it determines if we decide to enter the market or not, and what piece of it to enter. Sometimes co-citation tools like Hub Finder and clever search queries can help you find particular competitive strategies which you can try to duplicate or at least learn from.

What elements of a backlink profile are most useful/telling in competitive analysis?

In this question, I hoped to draw out what's most important to look at in the competition's backlinks.

Julie Joyce:

This is a great question for discussion, because I think that we could get into the art vs. science thing here. Basically, I feel like a bit of a link analysis hippie. I see the general pattern, get an idea about the overall aspects of the backlinks without needing to tie it down into discrete bits. Therefore, all of it matters to me in terms of importance, but I honestly do not look at my site vs. yours and pick out why one is better. I think a lot of it is very relative, and I realize that I'm sounding too New Age-y here, but there's a lot more to why someone does better than you than that they have 5000 more backlinks or that their anchor text variance is much nicer than yours. I'd look at everything. I'd look at variety of anchor text, deep linking, authority site links, sitewides, contextual links, types of sites linking, and of course the simple amounts of everything, but I couldn't pick out any as being that much more critical to me than the others.

Ken McGaffin:

I really want to cherry pick the best targets and then concentrate on those. So I'm not concerned at all with numbers but with quality. I want only the best targets; links from them will be difficult to get, but they'll be worth the effort many times over.

Roger Monti:

The most telling is how natural the links are and how relevant they are. I will not consider any site that has irrelevant backlinks that are a result of a link bait campaign. Google analyzes the relevance of a backlink. They have been doing this since at least 2003. Part of that analysis is to deprecate the PageRank of irrelevant backlinks. This is a fact. Link bait campaigns are about quantity. But quantity is only a part of the backlink equation. The lack of control over relevance and quality is where link baiting as a link building technique fails and becomes a dead end. This kind of analysis reveals things about a site that the toolbar will not.

Jeremy Bencken:

Tempo. If you have a link building tool that identifies when links first appeared, then you may be able to identify spikes around particular campaigns or link purchases. Then you can get clues to why the links were created by looking at them.

Shaun Anderson:

The actual sites the links are on. I use to find out if I am up against link farms, blog article syndication, properly marketed content, viral success, small business or big brand…. or indeed SEOs lol

Eric Enge:

We do still look at metrics such as PageRank (or mozRank) and mozTrust. A highly trusted site with high PageRank is not guaranteed to represent a killer link, but there is still a correlation there. I am sure we would all agree that MIT, or USA.gov, or the NY Times are all probably highy trusted by the search engines, and are cetainly perceived as authorities. They also happen to have a PR9 of PR10 Google Toolbar PageRank. That does not mean that there are no clunkers with high Toolbar PageRank – there are. But, the sites you are looking for most likely have high Toolbar PageRank as well.

However, you do want to look at other metrics as well. Gather the founders of the company together and simply ask them who the leaders in the field are. That data will also help you identify sites that are likely to be seen as trusted and authoritative by the search engines. Taking the authority aspect a bit further, sites that have lots of links from other authority and non-authorty sites in the space are more likely to be seen as authoritative, and a backlink profile can help you get a sense of that.

One component that people often overlook, is that it is not just about the authority and trust that a domain has, but it is also about the page which the link can be found on. The classic example is a student page on a major university web site. The student does not speak for the university, and it is not likely that the search engines credit much of the domain's authority or trust in such a page. So you need to look at that as well.

You also don't want to overthink theses analyses. If I have identifed 10 sites that based on their PageRank and mozTrust levels that might be authoritative, I could spend two hours per site trying to determine how authoritative they are. However, in 30 minutes I can analyze their site content and organization objectives, have determined who to contact, how to contact them, and written them a highly personalized email.

Wiep Knol:

It's the overall picture that can tell the most. A backlink profile with a relatively high amount of links from home pages does not have to be bad. But if this website has an over optimized anchor text portfolio as well, and tends to get most of their links from navigational website elements such as footers or sidebars, some things may be wrong.

In general, you can tell if a website has been building links by their anchor text portfolio.

Paul Teitelman:

Great question, after a while all the different factors kind of blend together to tell a story when comparing one site vs the competition, but for those starting out I'd definitely say to first focus on looking at the anchor texts in each backlink profile. You obviously want to see a focus on your targeted keywords but want to ensure that good link variation was properly utilized.

Although the number of backlinks is obviously important, the link variation used is actually a more telling sign of the power of that link profile. Ideally you want to see a variation of link building strategies (articles, directories, blogs, social media, etc. etc.) as well as authoritative mentions (.org, .edu, online newspapers, clubs and business associations). The overall number of links can easily be inflated: whereas getting high authority mentions online cannot, so really can't stress this point enough.

Brian Gilley:

The age and number of backlinks at the page level of a backlink analysis is the most helpful for us. If we see that a specific page of a link prospect's website is 4 or more years old and has a solid backlink profile of tens or hundreds of links, then it will provide us with a solid and valuable link. The most informative backlink data we've used over the past few years is looking at how deep and diversified the backlink profile is for any given competitor's website. That means examining the most linked-to pages and determining how we can create content that achieves the same greatness.

Tom Demers:

For me it's (in no particular order):

  • Domain Page Rank
  • ligações
  • Unique Linking Domains
  • Difficulty of Link Acquisition
  • Distribution of Link Types

These give me a nice baseline for how competitive a term may be to rank for, and can help me to generate ideas around which specific tricks I might replicate, and what my link profile will need to look like in terms of link quality distribution.

Ken Lyons:

These aren't listed in any specific hierarchy of importance, but some of the critical link signals I look at in competitive analysis are:

  • Link quantity
  • Link quality
  • Page level vs. domain level links
  • Unique linking domains
  • idade do domínio
  • Top-level TLDs: .edu, .gov
  • Quality directory presence: DMOZ, BOTW, Business.com, Yahoo!
  • Social media mentions: Diggs, Delicious bookmarks, Twitter citations, etc

David Harry:

Certainly the old standard, toolbar PR is useless by and large. Consider a page that has plenty of links, but they were obtained after the most recent export? Just because a page has no toolbar PR, doesn't mean it isn't garnering actual PageRank.

So we need to look at:

  • Total links
  • Status (nofollowed?)
  • Anchor text
  • Linking page TITLE
  • Link types (editorial, forum, social etc..)
  • Diversity (overview of link types analysis)
  • Link age (ie; link decay potential)
  • Velocity (rate of link growth)

Jennifer Van Iderstyne:

In a competitive analysis, I'm looking for quality but I'm more interested in discerning strategy. Trying to determine how t his site has gone about getting links. That means looking for patterns and commonalities. Is there one particular page that has a lot of back links? What's on it? Is there a predominance of one kind of link? Do the links appear (or could they be) paid?

I like to ask questions during a competitive analysis. Answering those questions is the most important part of identifying patterns and discerning the competitor's strategy. Only when you have identified a pattern can you attempt to replicate it.

Bill Hartzer:

I'm more concerned about getting a lot of links from a lot of different domain names. I'd rather have 100 links on 80 different domains than 1100 links on 20 different domain names. A good mix of all types of links is helpful, as well, not just directory links or blog comments or article links or press release links, but a good mix of all of those. Even having some nofollow links may play into it, as well.

Melanie Nathan:

It really depends on the purpose of the analysis, but most often, sheer volume of links, backlink quality and targeted anchor text are what I scrutinize.

Knowing the sheer number of links my clients have vs. what their top competitors have, helps me determine how far I'll have to climb to get them to (and beyond) that level. And knowing the quality of their links and what they're heavily targeting helps me determine how fast I'll be able to get them there.

Brian Chappell:

Age and anchor text as well as the rate of link growth over time.

Michael Gray:

Looking at the domains and URL's can tell a lot, I've looked at so many backlinks now that I know example.com/keyword/page1.htm is almost certainly a link directory. Links from radio stations and local TV stations are also highly suspect since that industry is overflowing with link buying/selling.

Wil Reynolds:

Anchor text distribution for the top 10-20 sites vs. my site for a given keyword, this will let you know if you are in a dogfight for anchor text links.

Authority links that are not buried more than 3 clicks from the homepage – a lot of authority links get archived deep in a site, so its not enough just to look at if they have links from authority sites but to also evaluate how far from the homepage that link is, if that page with my link has any internal links pointing to it, and if I have targeted anchor text. Analyzing this on the top 10-20 will show you your highest value targets.

Christoph Cemper:

Each datapoint is valuable – we look at over 40 different parameters for each link! the most popular that you want to check for each link are obviously Domain Age, Backlinks to the page, Juice/Rankings for the page, if/when it was last changed, when the page was created, etc.

Arnie Kuenn:

Eu teria que dizer que este começa a se tornar aquilo que alguns subjetiva. Alguns dos que você só pode ganhar com a experiência, olhando para centenas de sites ao longo do tempo. Você pode ficar muito bom em detectar links pagos, posts pagos, diretório livre de spam, etc. Quando isso não saltar para fora em você, você começar a olhar mais profundo para “caminhos” como lhes chamamos aqui. O conteúdo são as pessoas que ligam a? Faz este trabalho local para ofertas de cupom? Será que eles criam alguma pesquisa muito legal que as pessoas ligadas a? É seu blog, atraindo lotes de links? E assim por diante. Se você pode descobrir esses “caminhos”, então nós tentamos criar algo semelhante no local do nosso cliente para atrair links semelhantes.

Ann Smarty:

Claro, a resposta pode variar de nicho para nicho, mas na maioria das vezes estes são links de blogosfera. Bloggers vai dizer muito. Quão útil é a ferramenta / serviço? Como é que eles promovem a si mesmos (os posts pagos são geralmente quer óbvia ou negada). Será que eles têm qualquer coisa de valor para oferecer? Foram eles já se envolveu em alguns isca link / campanhas virais?

Dixon Jones:

Mapeamos as ACRanks relativas de competir domínios referentes dos sites, criando gráficos normalizados que ajudam a mostrar o link ‘qualidades’ relativos. Isso mostra algumas redflags interessantes nas estratégias dos concorrentes.

Eric Ward:

Além da fruta de suspensão baixa de identificação do local de destino, o que eu acho mais útil é ser capaz de olhar através de um grande mar de URLs que apontam em qualquer site determinado / URL, e com base na experiência, posso dizer que está usando o que táticas, e se ou não eles estão indo para o trabalho de curto e longo prazo. Chamá-lo de viver forense da ligação. A capacidade de ver quem está no caminho certo, e que está prestes a explodir.

Ben Wills:

A relevância (palavras-chave no título, h tags, etc) e valor (PageRank, backlinks, autoridade, etc) dos sites e URLs com links para essas páginas

Da próxima vez nesta série ...

  • avaliação de URL
  • Na página & in loco fatores

As opiniões expressas neste artigo são as do autor convidado e não necessariamente Search Engine Land. Autores pessoal aqui.


Ads

Compartilhar